segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Papel luminoso

















Já pensou em acender a cortina, em vez de abri-la? Ou mudar o brilho e a cor do seu papel de parede?
Ou acender o tecto inteiro, em vez de apenas uma lâmpada?



Estas são as propostas agora tornadas realidade pelo trabalho do paquistanês Gul Amin, atualmente na Universidade Linkoping, na Suécia.


Ele desenvolveu uma técnica que permite que LEDs brancos sejam fabricados directamente sobre papel ou outras fibras.
Os nanoLEDs, que emitem uma luz branca muito pura, foram construídos com minúsculas barras de óxido de zinco, depositadas juntamente com um polímero condutor, directamente sobre uma folha de papel.
O pesquisador demonstrou também que é possível fabricar os nanoLEDs por impressão.
Nesse experimento, ele usou um papel de parede comum.


ler o resto Aqui .

Sem comentários: