segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Fobias esquisitas


Esses são alguns dos nomes usados por psicólogos para explicar algumas das fobias mais estranhas que existem no mundo.

Efebofobia: Medo irracional de adolescentes e jovens.

Catoptrofobia: Medo irracional e mórbido de espelhos.

Fagofobia: aversão e medo mórbido irracional, desproporcional persistente e repugnante de engolir ou de comer

Caetofobia: É uma fobia em que a pessoa tem medo anormal e injustificado de pelo ou de cabelo. Aqueles que sofrem desta fobia muitas vezes afastam-se de pessoas com cabelo abundante. Podem também temer o seu próprio cabelo, e por ódio tentam remover o cabelo da sua cabeça. Normalmente sentem-se desconfortáveis ao olhar para o espelho .

Coprofobia: Medo dos excrementos retais (fezes), observa¬do por vezes na neurose obsessivo-compulsiva. O medo está relacionado ao medo de sujeira ou de contaminação (por exemplo, medo de uma doença infecciosa ou medo de tocar em alguma coisa e adquirir uma enfermidade por contágio).

Filemafobia: consiste no medo (fobia) de beijar ou ser beijado por alguém, sendo específico para beijos na boca.Para alguns estudiosos, esse transtorno está relacionado a outro, a filofobia, o medo de se apaixonar.

Gamofobia: é o medo de casamento, é um distúrbio psíquico que se traduz num medo mórbido, irracional, desproporcional, persistente e repugnante do matrimónio.

Lissofobia: Medo de ficar louco.

Melofobia: medo de ouvir música.

Olfactofobia: medo de sentir odores.

1 comentário:

Beto Brandão disse...

O PADRE, A MOÇA

7.

Quando lhe falta o demônio
e Deus não o socorre;
quando o homem é apenas homem
por si mesmo limitado,
em si mesmo refletido;
e flutua
vazio de julgamento
no espaço sem raízes;
e perde o eco
de seu passado,
a companhia de seu presente,
a semente de seu futuro;
quando está propriamente nu;
e o jogo, feito
até a última cartada da última jogada.
Quando. Quando.
Quando.


Carlos Drummond de Andade - Lição de Coisas - Ato